Nunca é tarde…

Os mais próximos de mim sabe que eu corro como forma de fazer exercício. Primeiro porque é grátis e fácil pra quem tem um parque perto de casa, segundo porque como viajo todos os dias pra trabalhar não tenho tempo mesmo de fazer outra coisa, terceiro porque o namorado aqui é um entusiasta, ai você acaba entrando no clima. Então sou corredora de fins de semana.

Quando era mais nova já tentei correr… na época do Rio ate me aventurei por um tempo, mas tinha sempre as academias pra servir de local de exercício e a empolgação morria rapidinho.

Agora também tem o fato de que correr (e andar de bicicleta) está na moda! Com todas essas corridas para amadores com intuito de arrecadar fundos para caridades faz com que qualquer pessoa possa ir lá correr e ganhar sua medalhinha… Eu adoro esse clima!! Faço duas corridas dessa por ano.

E sabem que até ultimamente tenho tentado melhorar minha técnica, o jeito de colocar o pé no chão, o jeito de movimentar os braços e ate meu cárdio esta agradecendo as mudanças. Não tenho pretensão nenhuma a não ser a minha saúde… mas ver seu corpo respondendo é ótimo.

E já que estou no assunto, hoje aqui quero falar de 3 atletas profissionais mesmo, os três vi competir recentemente, e tem em comum a idade mais avançada. Exemplos pra mim e pra quem esta ai lendo e pensando em porque não começar, nunca é tarde… lá vai:

O primeiro é um corredor inglês chamado Steve Way, ele ficou em décimo lugar na maratona dos jogos de Commonwealth.. a coisa é que ele tem 40 anos e só começou a correr em 2007 porque estava obeso, sem energia, fumando muito, comendo muita porcaria, com stress do trabalho e achou que se não fizesse algo iria morrer cedo.
Ele parece outra pessoa pelas fotos antigas… era um corredor amador até abril, quando ficou em 15 lugar na maratona de Londres e por ter feito um tempo que qualificava para os jogos, foi chamado pra integrar o time inglês. A entrevista que ele deu quando terminou a corrida foi contagiante! A alegria dele de ter completado a prova, ter ficado entre os 10 primeiros e ter representado o país foi muito bonita… parabéns pela a sua iniciativa de começar a correr e que ele possa inspirar mais um monte de gente.

As duas outras eu vi no campeonato europeu de atletismo (semana passada), elas são profissionais de atletismo, mas vale citar aqui já que estou falando de atletas mais velhos: Uma inglesa chamada Jo Pavey de 40 anos ganhou medalha de ouro nos 10km (detalhe que a corredora que ganhou prata tem 24 anos) e a outra é uma francesa chamada Christelle Daunay de 39 anos que ganhou a maratona (a sua primeira medalha).

Parece que esse é o ano dos corredores mais experientes… e a coisa interessante é que essas corridas de longa distancia não necessariamente dão vantagem aos corredores mais novos, pelo contrário!
Que diga o Gebrselassie (Etiópia, 41 anos), o mais famoso (e simpático) dos corredores mais velhos!

E vamos correr!!!

5 thoughts on “Nunca é tarde…

  1. Ótima iniciativa Mercia Silva! Parabéns pela atitude de buscar a saúde sem a preocupação com a aparência física que apenas é um complemento que surge com o passar do tempo. O seu Tio Hermano também ama corrida! Sucesso! Bjs! ♡ <3

  2. Ótima iniciativa Mercia Silva! Parabéns pela atitude de buscar a saúde sem a preocupação com a aparência física que apenas é um complemento que surge com o passar do tempo. O seu Tio Hermano também ama corrida! Sucesso! Bjs! ♡ <3

  3. Já nem queria correr,mercinha;só voltar a caminhar.Estou com um problema no pé que não me deixa pisar direito na caminhada termina fazendo doer o membro inferior até o quadril.Mas assim que resolver isso,volto.Sucesso pra ti e parabéns.

Comments are closed.